Street photography, olhar atento e uma máquina fotográfica a mão, porque nunca se sabe o que pode passar pela frente.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Mandala



Pode entrar!

Não repare as coisas fora do lugar, estou sem vontade de me organizar. Verdade que não te aguardava. Mas é assim: quando se pensa que o clima vai ficar mais agradável voltam a chuva e o frio de sempre.

Esperei-te nos últimos dias, tive esperança que pudéssemos aproveitar melhor o fim-de-semana, mas faz um tempo que o que nos controla não é o tempo, mas os espaços entre ele. Objetivo? Neste interim, fujo dos fins e me desleixo.

Sim, acho que aumentei o peso! Sozinho, prefiro comer na rua, fritura apetece mais do que saladas, e meu rosto só esta mais juvenil porque esta ensebado e gordo.

É, é uma mandala, esta nesta janela porque é a única que entra luz, gosto do efeito nas paredes. Como não conheço o significado, serve para tudo, até para te trazer de volta.. quem sabe?

3 comentários:

tarciso disse...

Das luzes e sombras, tem sido esse um dos meus temas mais renitentes nos últimos anos...
Abçs

Angélica Lins disse...

Achei docemente verdadeiro. Fluidez sem alegorias, apenas intensidade.

Adoráve é esse teu lugar.
Beijo

Fernanda Souza disse...

Adorei, forte mesmo sendo simples. Quero uma dessas para mim!