Street photography, olhar atento e uma máquina fotográfica a mão, porque nunca se sabe o que pode passar pela frente.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Para um amigo

Se fosse possível manter as figuras do pensamento e alimenta-las com todo sentimento e imaginação disponíveis. Se fosse factível trazer a atemporalidade dos sonhos. Se todas as cores pudessem ser interpretadas, tais quais, pela retina e todas as dores anestesiadas apenas por imagens, nem que fosse por um momento, queria te preservar neste retrato.
Diário da MOrsa

Nenhum comentário: