Street photography, olhar atento e uma máquina fotográfica a mão, porque nunca se sabe o que pode passar pela frente.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Notas Numerais

Passa um pouco das dezessete horas, hoje meu filho faz quinze anos e sexta-feira foi treze. Onze. Nesta progressão de números, noves fora meu desgosto, sete vidas precisaria para realizar meus cinco desejos, já que três é pouco mas, ainda sim, melhor que nada.


Impar.

Se pudesse, pediria proteção a quem amo, em especial a quem do sol pressente.
Aurora celeste pode ser boreal se se for a noite,
na difusão da luz que o centro omite,
que dia atrasa,
que breu esconde.
Se pudesse, pularia os dias na progressão dos tempos,
como 20, 10, 16 e 12,
depois... contagem regressiva até chegar ao zero
quando não resta nada,
e é começar denovo.

Par.

A solidão é matemática.

Nenhum comentário: