Street photography, olhar atento e uma máquina fotográfica a mão, porque nunca se sabe o que pode passar pela frente.

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Pausa

Nem sempre os caminhos são tão retos, nem as possibilidades diretas. Nada é possível sem que se veja o todo em sua mais profunda, ou mesmo, dolorosa realidade. Isso que esperam, o "fundo do poço" do Caio Abreu, as cinzas de Nietzsche ou a saudade de Pessoa. Eu me enquadro em todas estas formas mas escolho, hoje, a frase que marca, justo a mais pungente:

"Você tem que estar preparado para se queimar em sua própria chama: como se renovar sem primeiro se tornar cinzas?"

Nietzsche


Panfleto - Nietzsche loves you...

Um comentário:

Anônimo disse...

Conheço esta foto do teu flickr.