Street photography, olhar atento e uma máquina fotográfica a mão, porque nunca se sabe o que pode passar pela frente.

domingo, 21 de outubro de 2007

Retalhos

As noticias ficam atrasadas e fracionadas enquanto não tiver ADSL em casa.

Há um novo projeto em andamento, sem nome definitivo ou apropriado, hoje é chamado por um palavrão pesado, algo sobre a minha experiência nova nestes dias, depois talvez ganhe uma denominação mais elaborada.
Aproveito o novo escritório, a bela vista e o silêncio para registrar tantos fatos, afetos e sentidos, que talvez isso ainda possa virar um conto, quem sabe um livro.

A janela é ampla, o movimento intenso, dependendo do ângulo, posso me achar em outra cidade, outro mundo. Lembro as crônicas que escrevi sobre diversas vidas, lofts, softs, almofadas escarlates, jazz e bebidas ácidas. Sem riscos, estou nele e me admiro, tive conversa longa com quem não conheço caminhando só pela mesma velha e agora estranha cidade.

Amanhã termina contagem regressiva, mais um ano, ou menos de vida. Não vejo hora para retrospectiva, ao contrário vislumbro concretas possibilidades de acionar o cronômetro até então estacionado.

Nenhum comentário: